Projeto CIVERA

Centro de Interpretação e Valorização dos Ecossistemas Ribeirinhos e da Água

O Projeto CIVERA é uma iniciativa de carácter técnico incidindo sobre os recursos naturais do interior do Concelho de Odemira, a desenvolver durante 12 meses, contando com a colaboração de três Estagiários com formação superior em diversas áreas de especialidade, os quais recebem uma bolsa financiada pelo IEFP e são orientados pelo Coordenador do Projeto.


Apoios:

  • governo de Portugal
  • QREN
  • POPH
  • União Europeia

Parcerias

Parceiros Locais

Logotipo Junta de Freguesia de Sabóia
Junta de Freguesia de Sabóia
Entidade Proponente da Candidatura do Projeto ao IEFP
www.freguesiasaboia.pt


Logotipo Agrp. Escolas de Sabóia
Agrupamento de Escolas de Sabóia
Entidade de Acolhimento
www.agvsaboia.drealentejo.pt/portal


Logotipo Odemira+
Associação de Desenvolvimento Odemira+
Comunicação e Imagem e Enquadramento Institucional
www.odemiramais.pt

Estas três Entidades, operando de forma articulada entre si, constituem o suporte institucional do Projeto CIVERA.


Equipa de Projeto

Áreas de especialidade académica

Coordenação / Orientação:
Silvicultura-Gestão dos Recursos Naturais; Desenvolvimento Rural

Estagiários:
Biologia; Ecologia - Investigação
Recursos Hídricos – Planeamento e Gestão da Água
Ordenamento dos Recursos Ambientais - SIG em Recursos Agro-Florestais

Na sequência do período de Projeto/Estágio, prevê-se a constituição de uma entidade sem fins lucrativos, o CIVERA – Centro de Interpretação e Valorização dos Ecossistemas Ribeirinhos e da Água, com sede no interior do Concelho de Odemira, dotado das necessárias competências de base técnico-científica e contando com parcerias estratégicas nas diversas áreas de atuação previstas, nomeadamente:

  • Manutenção, reabilitação e valorização de linhas de água e vegetação ribeirinha;
  • Produção de plantas autóctones ribeirinhas;
  • Controlo de espécies lenhosas invasoras – Acácia;
  • Boas Práticas de Agricultura Ribeirinha e produção agro-florestal sustentável;
  • Conceção e desenvolvimento de atividades, demonstrações e workshops na área da Biodiversidade ribeirinha e florestal;
  • Conceção de conteúdos, e animação de percursos lúdico-pedagógicos nas temáticas dos Ecossistemas Ribeirinhos, Biodiversidade e atividades Agro-Florestais.

Enquadramento do projeto

Diagnóstico de Necessidades

O Projeto CIVERA assenta num conceito de centro de recursos técnicos e de apoio à intervenção, visando gerar novas dinâmicas económicas em áreas como a valorização dos sistemas fluviais e o desenvolvimento florestal sustentável.

Estas áreas de intervenção constituem-se como recursos de elevado potencial num Território de Baixa Densidade como é o Interior do Concelho de Odemira, cuja plena valorização e aproveitamento socioeconómico se encontra por concretizar.

Entre outros fatores, identificaram-se como principais restrições/condicionantes à concretização daqueles objetivos, a falta de iniciativa pública e/ou privada e a ausência de apoio técnico de proximidade nas especialidades em causa.

É por meio da mobilização e disponibilização local de competências naquelas duas vertentes que o CIVERA pretende contribuir para abrir novas perspetivas e potenciar a consolidação de dinâmicas inovadoras incidindo sobre os recursos naturais do Interior do Concelho de Odemira.


Estratégias do projeto

Metodologias para atingir os objetivos

Durante o período de Projeto/Estágio serão desenvolvidos os estudos e trabalhos necessários para a estruturação das Linhas de Orientação Estratégica que virão a constituir o alicerce da atividade do CIVERA - pós Estágio. A transição do Período de Estágio para o período seguinte terá suporte nas Candidaturas a Projetos a preparar durante o Estágio e na prestação de Serviços ainda durante o Estágio – ambos os casos incidindo sobre áreas de atuação estratégicas do futuro CIVERA (pós estágio).


Público-Alvo

A quem se dirige o projeto

  • Profissionais do sector Agro - Florestal;
  • Proprietários rurais;
  • Alojamentos turísticos e outros operadores do sector;
  • Empreendedores em meio rural;
  • Escolas e população em geral.
  • Empresas e instituições Públicas e Privadas com políticas de Responsabilidade Social e Ambiental.
  • Turistas e Visitantes do Interior do Concelho de Odemira.